Mato Grosso, Sábado, 16 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
DOCUMENTO

Documento com prioridades na segurança pública de Sinop será finalizado hoje

Marcia Jordan

16/01/2015 às 09:12

Documento com prioridades na segurança pública de Sinop será finalizado hoje

Com a presença de autoridades municipais, vereadores, representantes do poder judiciário e sociedade civil organizada a reunião desta quinta (15) foi iniciada com apresentação da pauta de reivindicações. Assim que receber algumas alterações o documento elencando as prioridades será direcionado para diferentes pastas do governo estadual.

“Iremos segmentar nossos pedidos. Alguns serão dirigidos à Secretaria de Segurança Pública, outros para Secretaria de Justiça e também para o Gabinete do Governador”, explicou Rosana Martinelli.

O teor do documento será apresentando na data de hoje (16), quando na oportunidade representantes de cada segmento da sociedade dará seu parecer sobre a melhor alternativa para interferência dos crimes em Sinop.

“Hoje será o dia de fechar essa pauta com as pessoas que convivem dia-a-dia com conflitos e práticas delituosas (polícia, juiz, promotor, delegado, sociedade entre outros) e finalizar o documento”, reforçou Rosana.

Contudo, sabe-se que o foco principal do clamor por segurança será o aumento do efetivo de soldados da polícia militar que tem em seu quadro operacional, um déficit que dura décadas. Atualmente Sinop conta com apenas 36 policiais militares (trabalhando nas ruas sem contar aqueles que fazem segurança em presídios e fórum) e 3 viaturas para rondas e trabalhos operacionais. Em um primeiro momento 120 novos soldados aprovados em concurso serão disponibilizados para o Comando Regional no qual Sinop faz parte e apenas 25 ficarão para a quarta maior cidade do estado.

Assim que finalizada a pauta, a prefeita em exercício aguardará nova data para entrega do documento, haja vista que o Secretário Estadual de Segurança Pública não poderá receber Rosana amanhã como combinado, por conflitos em sua agenda. Espera-se que nos primeiros dias da próxima semana a audiência com representantes do Governo Estadual já possa ter acontecido.

Fonte assessoria