Mato Grosso, Terça-Feira, 21 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
PRF

PRF apreende 36 quilos de entorpecentes em ônibus na BR-364 e prende duas pessoas

Marcia Jordan

20/09/2014 às 09:40

PRF apreende 36 quilos de entorpecentes em ônibus na BR-364 e prende duas pessoas

Policiais rodoviários federais apreenderam  um total de 36 quilos de entorpecente em um ônibus durante  uma barreira realizada na BR-364, saída para Rondonópolis, no final da tarde de sexta-feira (19). De acordo com a Polícia, a ação contou com ajuda dos cães farejadores da instituição e resultou na detenção de duas pessoas.  A droga foi encontrada em um ônibus que fazia linha interestadual, este havia saído de Curitiba (Paraná) e seguia com destino a Porto Velho (Rondônia). Só neste ano já chega a uma tonelada a quantidade de material entorpecente apreendido na malha rodoviária federal. 

Ao realizar vistoria no compartimento de bagagens, o cão Konan sinalizou para possível presença de entorpecente em duas malas. Ao realizarem a checagem os policiais concluíram que havia nas duas malas uma substância análoga à maconha. Ao conversar com os passageiros identificaram uma jovem de 18 anos de idade como dona da bagagem. Ela declarou que embarcara em Coxim (Mato Grosso do Sul) onde pegou a droga, pagando R$ 200 pelo tablete. Declarou ainda que iria revender o material em Porto Velho (RO) por cerca de R$ 1 mil. A droga totalizou aproximadamente 21 quilos.

Ainda segundo a assessoria da PRF, no mesmo ônibus o cão também sinalizou que havia alguma substância dentro de uma caixa de som que estava sendo transportada no bagageiro. Então ao abrir a caixa os policiais constataram que dentro dela havia tabletes de substância análoga à maconha, que totalizaram aproximadamente outros  15 quilos.

Um homem de 29 anos, morador de Cuiabá foi identificado como dono da bagagem, ele disse que pegou a droga em Coxim (Mato Grosso do Sul) e que entregaria em Cuiabá. Aparentemente as duas ocorrências não possuíam ligação entre si e foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Federal em Cuiabá.

Fonte OlharDireto