Rota do Oeste espera fluxo de veículos 20% maior durante o feriado

images_7Com a aproximação do feriado da Semana Santa, celebrada nos dias 25, 26 e 27 de março, o fluxo de veículos de passeio na rodovia tende a aumentar e os cuidados devem ser redobrados, principalmente nos horários considerados de pico. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), no intuito de reduzir os riscos de acidente, restringe o tráfego para combinações de veículos de carga, os chamados bitrens, e demais veículos portadores de Autorização Especial de Trânsito (AET). A Rota do Oeste, responsável pela operação das BR-163, BR-364 e BR-070 em Mato Grosso, vai posicionar os recursos de maior demanda, como guinchos e ambulâncias, em locais estratégicos para garantir mais fluidez e diminuir o tempo de atendimento aos usuários.

A expectativa da concessionária é que, entre quinta-feira (24) e domingo (27), haja um incremento de até 20% no volume de carros pequenos e motocicletas. Uma variação maior é esperada para as regiões de Rondonópolis, Baixada Cuiabana e entre Sorriso e Sinop. Com relação ao tráfego de veículos pesados, o gerente de Operações, Fernando Milléo, explica que é comum reduzir o trânsito de carretas neste período. “Devido ao feriado e às restrições, é comum cair o volume de caminhões no feriado e a fluidez tende a melhorar. Mas isso não pode ser motivo para relaxar e esquecer de tomar alguns cuidados antes de pegar a estrada”.

A lista do que fazer antes de curtir o feriado começa com uma vistoria dos principais itens do veículo, como pneus, faróis, limpadores de para-brisas, além, é claro, da parte mecânica, como freios e óleo de motor. “Todo cuidado é pouco e às vezes uma pequena revisão pode salvar vidas”, destaca Milléo.

Nos últimos 30 dias, a Rota do Oeste socorreu cerca de 3 mil usuários com problemas mecânicos na rodovia. Os atendimentos vão desde pane seca, caracterizada pela falta de combustível, até pane elétrica e pneus furados. Do total de panes registradas, metade dos veículos, 1.531, precisou de remoção e o restante teve o problema resolvido pela equipe operacional da concessionária no local da ocorrência.

Ao todo, desde o início do Sistema de Atendimento ao Usuário (SAU) em setembro de 2014, 58 mil veículos foram socorridos pela Concessionária, média diária de 105 registros. “O principal objetivo da Rota do Oeste é garantir a segurança de todos. Por isso sempre priorizamos sinalizar o local da ocorrência e, após a avaliação da equipe, remover o veículo para um ponto de apoio seguro, evitando exposição a riscos de acidentes”, explica o gerente de Operações Fernando Milléo.

Os atendimentos prestados pela Rota do Oeste integram o conjunto de serviços e obras da concessão da BR-163 e os investimentos são custeados pelo pedágio. Para solicitar atendimento ou informações, os usuários podem ligar para 0800 065 0163 ou pedir apoio em uma das 18 bases instaladas ao longo da rodovia.

Restrição de Tráfego

Confira abaixo as restrições para combinações de veículos de carga, os chamados bitrens, e demais veículos portadores de Autorização Especial de Trânsito (AET), de acordo com determinação da PRF. A restrição é válida para rodovias federais de todo o País.

Comentários