Vereadores protocolam denuncia contra concessionaria de água de despejar esgoto em rio de Colider

Os vereadores da cidade de Colider, entregaram nesta quinta-feira (12.07) ao promotor de Justiça Danilo Cardoso de Lima um ofício onde denunciam a concessionária Águas Colíder pelo despejo de esgoto no córrego do bairro Boa Esperança que deságua no rio Carapá, de onde é captada a água que abastece a população da cidade.

Conforme o documento assinado pelos 13 vereadores, a partir do ponto de lançamento a água se torna suja e escura. “As consequências são gravíssimas, causam fortes impactos ambientais, além dos transtornos causados à população, contaminação da água, proliferação de insetos e, também, mau cheiro”.

Os parlamentares entendem que a taxa de esgoto cobrada dos consumidores deveria ser destinada para o tratamento do esgoto. “O que se verifica é que o referido tratamento que obrigatoriamente deveria ser realizado não passa de um engano ao cidadão, cobrando-lhe por tal absurdo (…) cuja razão de ser não subsiste, uma vez que efetivamente tal tratamento não é realizado” afirmam os parlamentares no documento.

“Fica evidente que a empresa Águas Colíder está cometendo crime contra o consumidor, bem como crime contra o meio ambiente, além de estar cobrando indevidamente por um serviço que efetivamente não tem sido fornecido”, conclui o documento entregue ao promotor.

O ofício contém as assinaturas dos vereadores Ricardo Caldeira Rezende (Lika), Dóris Sguizardi, Zé Moreira, Edina Martins, Ruam Batista, Luciano Milani, Marcos Aragão (Marquinhos), Jaime Lima, Rica Matos, Denny Serafini, Alencar Pereira, Pernambuco Filho e Beto Santos.

Fonte Assessoria

Comentários