Mauro Mendes critica atual gestão e se lança com slogan “M de mudança”

Com o slogan “M de mudança”, o Democratas oficializou a candidatura de Mauro Mendes ao Governo de Mato Grosso em convenção realizada no Ginásio Dom Aquino, na manhã deste sábado (4). Em entrevista antes de subir ao palanque, Mendes evitou citar o nome do atual governador Pedro Taques (PSDB), mas não poupou críticas à atual administração, que segundo ele, tem problemas de gestão.

“Existem muitas coisas que não andam bem. Se estivessem bem, talvez nós não estaríamos aqui. Temos uma saúde que está um caos, existem muitas obras paralisadas, existe atraso no pagamento dos centenas e milhares de fornecedores, o estado tem hoje a dificuldade muito grande, talvez tenha uma deficiência na gestão, com falta de foco ao longo destes três anos e meio. Os resultados foram muito ruins, e é esse o principal fato que nos trouxe a essa pré-candidatura”, afirmou Mauro Mendes.
Questionado especificamente sobre Pedro Taques, de quem foi aliado por anos e agora enfrenta nas urnas, Mendes preferiu apenas “desejar boa sorte” ao oponente. “Olha, nesse momento nós não vamos avaliar o nosso adversário. Desejo a ele e a todos uma boa campanha, que nós possamos fazer um bom debate, possamos falar de Mato Grosso, falar de tudo aquilo que não está certo, mas acima de tudo, apresentar alternativas para o futuro do Estado”.

Mendes afirma que o processo eleitoral tem de ser usado para debater projetos e alternativas para Mato Grosso. “Queremos um estado que respeite o cidadão, que respeite o servidor, que respeite o contribuinte, e um estado que  possa cumprir o seu papel de arrecadar, mas prestar serviço de qualidade. Essa caminhada ao lado dos partidos, uma caminhada importante, nós agradecemos a todos aqueles que confiaram em nós até esse momento, vamos trabalhar muito nos próximos dias pra conquistar o voto do cidadão ao lado de Deus, da minha família, da minha esposa, dos meus filhos, e ao lado de todas as famílias que querem o melhor pro estado de Mato Grosso”.

O candidato declarou que os eleitores devem esperar lealdade e honestidade da aliança e criticou a proliferação de notícias falsas que atrapalham o debate político. “Lamentavelmente existem adversários que só sabem fazer campanha com a câmera. Nós vamos falar de Mato Grosso, vamos falar de obras paradas como o VLT, como o rodoanel, como tantas escolas por todo o estado de Mato Grosso, isso é o bom debate. É o debate que interessa ao cidadão. Jamais iremos atacar a vida pessoal, familiar, de nenhum candidato, não falaremos nada daquilo que não interessa a todos nós mato-grossenses”.

Fonte Erika Oliveira e Carlos Gustavo Dorileo

Comentários